nn5n Foundation
Branch of SCP Foundation
nn5n: scp-2664 Linha Vermelha
KeterSCP-2664 Linha VermelhaRate: 71
SCP-2664

A Guerra Mais Fria » SCP-2664

« SCP-2664 | T Menos »


Item nº: SCP-2664

Classe do Objeto: Keter Neutralizado

Procedimentos Especiais de Contenção: Atualmente, SCP-2664 foi reclassificado como Neutralizado. Investigação sobre o ativo "Gaius Prime" da Coalizão Oculta Global está em andamento.

SCP-2664 está contido em seu ponto inicial de descoberta, na Instalação de Pesquisa Psiônica da Divisão GRU "P" (SCP-2664-A) na Cordilheira de Verkhoyansk, Sibéria. A área dentro de um raio de 10 km da instalação (designada como 'zona quente') está fora dos limites para todos os ativos não dispensáveis. A área fora da zona quente dentro de um raio de 50 quilômetros da instalação (designada como 'zona amarela') foi isolada do público sob o disfarce de uma instalação de teste de munições.

Um acampamento foi estabelecido cinco quilômetros fora da zona amarela para abrigar funcionários médicos e de segurança dispensáveis. Uma vez por semana, dois ativos descartáveis, saudáveis e em boa forma física, que passaram pelo Programa de Recondicionamento Zeta-Umbrage, devem ser alimentados com cinco cápsulas de suplemento de oricalco e receber equipamentos padrão para clima frio, câmeras de vídeo, monitores vitais e motos de neve; eles serão então enviados para a zona amarela com instruções para chegar a SCP-2664 e relatar suas condições.

Se um dos ativos morrer de uma lesão cerebral traumática na zona amarela que não possa ter sido causada por fatores ambientais, SCP-2664 deve ser imediatamente reclassificado como Não Contido, Protocolo 148-Zeta deve ser imediatamente posto em efeito, e o Comando Supervisor deve ser alertado sobre um Cenário Classe-YK de Fim-do-Mundo iminente. Outras excursões à instalação são proibidas sem a autorização expressa de pelo menos dois membros do Comando Supervisor.

A Fundação negociou com os governos mundiais para garantir que todas as imagens de satélite globais de SCP-2664-A sejam manipuladas ou destruídas.

Descrição: SCP-2664 e uma arma eigen psiônica desenvolvida pela Divisão GRU "P", a filial de investigação anômala da União Soviética, de 1950 a 1961 sob o nome "Projeto Linha Vermelha". De acordo com as ordens do então Secretário Geral Joseph Stalin, SCP-2664 foi feito para agir como um impedimento psíquico que faria imediatamente uma lavagem cerebral da população global para seguir os princípios do socialismo soviético. Porém, a Divisão GRU "P" secretamente projetou SCP-2664 para mitigar e remover tendências humanas em relação à violência.

Fisicamente, SCP-2664 consistia em três trigêmeos ucranianos que sofriam de cefalotoracópagos1. Nesse caso, cada uma das cabeças de SCP-2664 encarava uma direção separada, enquanto seus corpos se juntavam no umbigo. Eles possuíam três braços no total e seis pernas. A extensão de sua união interna permanece desconhecida.

Psionicamente, SCP-2664 é uma única entidade gestáltica com três subdivisões mentais— um divisão de controle, uma divisão efetora e uma divisão de receptores—pertencendo a seus seres físicos, permitindo a ela perceber e interagir com seu ambiente. SCP-2664 é capaz de auto-levitação e manipulação de longo alcance de objetos que pesam até 100 kg; porém, suas capacidades psiônicas são principalmente para afetar outros seres sencientes e sapientes ao seu redor.

Organismos sencientes não protegidos que se situem dentro de 100 metros 3 quilômetros 5 quilômetros de SCP-2664 serão submetidos a alterações severas da química cerebral e mutação tecidual, particularmente no tálamo, córtex pré-frontal, amígdala, hipocampo e septo. Seres sapientes sofrem uma mudança dramática na personalidade, sofrendo uma diminuição de 90% na secreção de noradrenalina e outros hormônios ligados à agressão e uma depressão geral do sistema nervoso simpático; isso induz uma aversão a testemunhar e a se envolver em violência, uma resposta severa ao estresse gravemente diminuída e uma reação fortemente negativa a todas as formas de armamento. Seres não sapientes, tais como ratos, sofrem encefalite espongiforme de início rápido e acúmulo de sulfato tóxico, morrendo em poucos minutos.

Mentalmente, acredita-se que SCP-2664 possua a inteligência e disposição equivalentes a uma criança de seis a dez anos de idade. Seu estado mental provavelmente foi afetado adversamente pelo programa de condicionamento e treinamento ao qual foi submetido pela Divisão GRU "P"2.

SCP-2664-A é a antiga Instalação de Pesquisa Psiônica da Divisão GRU "P", onde SCP-2664 foi criado. Até sua transformação em uma anomalia durante a Missão Exploratória Alpha, a Instalação foi projetada e construída de maneira a diminuir a força de todas as transmissões psiônicas na estrutura em 99,5%. Para esse fim, ela incorpora materiais tais como eletro no isolamento e seu layout foi projetado para maximizar a reflexão e a dissipação das transmissões psiônicas na estrutura.

Adendo 2664.1: A maior parte do conhecimento da Fundação sobre SCP-2664 vem de um ex-pesquisador da Divisão GRU "P", designado "Iceman", que liderou numerosos projetos de pesquisa e desenvolvimento para a Divisão, incluindo o desenvolvimento de SCP-2664. Em 25 de Dezembro de 1962, Iceman desertou para a Fundação por meio de um adido na Embaixada Britânica em Berlim Ocidental, carregando milhares de documentos e registros confidenciais da Divisão em ultrafichas abrangendo ███ projetos e iniciativas diferentes, incluindo SCP-2664. O governo soviético negou oficialmente o conhecimento da existência do projeto e da instalação durante os Tratados de Cessação de Para-armas clandestinos de 1963. Como resultado, a Fundação implicitamente assumiu a custódia de SCP-2664 e da instalação.

[COMEÇAR TRANSCRIÇÃO]

Interrogador: Por favor diga seu nome e ocupação anterior para o registro.

Iceman: Meu nome é [REDIGIDO]. Eu fui o gerente de projetos da Divisão de Psicotrônica da Diretoria Principal de Inteligência.

Interrogador: Qual era o objetivo do Projeto Linha Vermelha?

Iceman: Oficialmente, a Linha Vermelha foi uma iniciativa comissionada por Stalin em 1950 para criar uma arma psíquica ultra poderosa: uma arma que pudesse converter mentalmente as pessoas a seguir os princípios da doutrina marxista-leninista. Internamente, no entanto…

Interrogador: Internamente?

Iceman: Quase todos os membros da Divisão de Psicotrônica, inclusive eu, eram veteranos da Segunda Grande Guerra. Mais de vinte milhões de soviéticos morreram naquela guerra - amigos, irmãos, amantes. Nem uma alma na Divisão, nem mesmo a cadeia de comando, estava ansiosa para construir outra arma tão cedo. De fato, nós sonhávamos em libertar a humanidade da necessidade de fabricar e utilizar armas. Assim, enquanto a Linha Vermelha era oficialmente uma arma para converter pessoas em socialistas soviéticos propriamente ditos, nós secretamente a projetamos para converter pessoas em pacifistas. Tudo foi feito sob o máximo sigilo, é claro… se a KGB tivesse sequer uma noção da verdade, então cada membro da Divisão e qualquer pessoa com quem eles tivessem conversado teria sido baleado ou arrastado para uma gulag.

Interrogador: Resuma o processo de criação da Linha Vermelha de uma maneira compreensível para os leigos.

Iceman: O processo foi… complexo. Nós tivemos de destilar mais de vinte anos de pesquisa e teoria psiônica em um problema de engenharia viável. A teoria básica era que as capacidades psiônicas de humanos eram limitadas por seus corpos - assim, uma criança pode ter mil vezes mais energia psiônica potencial do que um adulto, mas apenas conseguir liberar praticamente um décimo devido ao seu corpo subdesenvolvido. Nossa hipótese foi de que, submetendo uma mente capaz a um trauma psicológico maciço e, em seguida, induzindo a morte cerebral, essa mente, sua consciência associada e todo o seu potencial psiônico se desassociariam do corpo no momento da morte. Nós poderíamos então prender essa mente em um avatar controlável.

Interrogador: Como você realizou o processo em si?

Iceman: Nós inicialmente testamos e então refinamos o processo em prisioneiros políticos. Uma vez confiantes em nossa metodologia, começamos a procurar crianças - mais maleáveis e facilmente treinadas. Conseguimos ouro em 1960: naquele maio, a KGB trouxe um conjunto de trigêmeos siameses. Essas crianças eram terrivelmente deformadas e, no entanto, imensamente capazes - nós determinamos que eram quase inteiramente suas habilidades psiônicas mantendo-as vivas. Nós passamos mais um ano avaliando e medindo as capacidades psiônicas dos trigêmeos e, quando estávamos prontos para prosseguir… ao longo de quarenta e oito horas, os tratamos com doses maciças de LSD, forçamos eles a assistir propaganda especialmente feita e eletrocutamos eles até a morte. A consciência dos trigêmeos se desassociou e conseguimos capturá-los com [REDIGIDO]. Eu quero ser claro - eu não me orgulho disso. Fiz isso porque acreditava que seu sacrifício mudaria o mundo para melhor.

Interrogador: Como exatamente vocês controlavam e operavam a Linha Vermelha?

Iceman: [REDIGIDO]

Interrogador: A Linha Vermelha foi testada? Como ela foi testada?

Iceman: Cinco vezes. Nas quatro primeiras vezes, nós a levamos à frente de grupos cada vez maiores de criminosos violentos encarcerados, a ativamos, e então pedimos a eles para atacar pessoas que alegamos tê-los encarcerado para começar. Na quarta vez, trouxemos a Linha Vermelha à frente de toda a população da gulag de Norillag. Cinquenta mil dos criminosos mais cruéis conhecidos pelo homem - saqueadores, assassinos, estupradores - largaram suas facas improvisadas e se recusaram a se mover uma polegada, mesmo quando abrimos os portões do campo.

Interrogador: A gulag de Norillag não foi fechada em 1957?

Iceman: Apenas oficialmente.

Interrogador: Qual foi o quinto teste?

Iceman: Nikita Khrushchev e John F. Kennedy. Mesmo a dez mil quilômetros de distância, no meio da Cordilheira de Verkhoyansk, nós estávamos acompanhando os eventos em Cuba - nós estavamos certos de que a guerra nuclear era inevitável e que todo o nosso trabalho seria inútil. Nós estamos apavorados pela humanidade. Nós disparamos a Linha Vermelha em Moscou, a quatro mil quilômetros de distância, depois em Washington, duas vezes mais longe. Nós não tínhamos ideia se realmente funcionou. Tudo o que importava era que a guerra tivesse sido evitada.

Iceman dá risadas.

Iceman: Talvez tenhamos causado nossa própria queda.

Interrogador: O que você quer dizer?

Iceman: Menos de uma semana após o término da crise, Khrushchev ordenou que a Divisão fosse fechada e todos os seus projetos destruídos ou armazenados. O Comando da Divisão estava furioso - isso significativa que eles eram quase totalmente impotentes na política soviética. Eles trouxeram um novo médium e ordenaram que a gente reformulasse a Linha Vermelha para um estado mais agressivo. Pensando nisso agora, eu suponho que isso era inevitável. Com a Linha Vermelha, nós poderíamos retirar a vontade de exércitos de lutar… de resistir… de respirar. Primeiro o Kremlin, depois a Rússia, e depois…

Iceman pausa por um segundo.

Iceman: Nós deveríamos fazer uma conjunção: implantar a consciência da Linha Vermelha no novo prisioneiro e depois desassociá-la novamente. Isso amplificaria drasticamente seus poderes, mas para conquista. Eu estava enojado da ideia; era uma traição aos ideais pelos quais nós - e as crianças - havíamos sacrificado tanto. Eu decidi desertar. Eu tive a sorte de ter acesso quase ilimitado à toda a biblioteca da Divisão GRU "P" e a necessidade de ir para Berlim durante a semana do Natal. Aquelas foram as semanas mais aterrorizantes da minha vida.

Interrogador: Você seguiu adiante com esse processo de conjunção?

Iceman: Não. Eu fui a Berlim na semana do processo. Então eu fugi e vim pra cá.

Interrogador: Obrigado. Isso será tudo.

[FIM DA TRANSCRIÇÃO]

Adendo 2664.2: Investigação de SCP-2664

Após o reconhecimento aéreo da Cordilheira de Verkhoyansk e a confirmação da existência da Instalação de Pesquisa Psiônica, a Força-Tarefa Móvel Lambda-9 ("Mente Acima da Matéria") foi enviada para investigar o local e verificar o status de SCP-2664 e quaisquer outras anomalias dentro.

Resumo da Missão: Investigar a Instalação de Pesquisa Psiônica, determinar o status de SCP-2664 e identificar outras anomalias e/ou pesquisadores da Divisão GRU "P" no local. Esta transcrição da missão foi dividida em múltiplos registros para facilitar a leitura.

Força-Tarefa designada: Força-Tarefa Móvel Lambda-9 "Mente Acima da Matéria" (8 membros)

Informações Adicionais: Todos os membros da equipe de infiltração estavam equipados com equipamento antissiônico3 de nível Keter, tais como capacetes revestidos com eletro e armas de fogo experimentais de cavidade oca para infligir dano cerebral máximo. Adicionalmente, os membros L9-1 e L9-2 possuíam habilidades psiônicas de nível ofensivo e de reconhecimento. Enquanto L9-1 era um agente experiente que liderou a Lambda-9 por onze anos, L9-2 era um novo agente escolhido para substituir o L9-2 anterior (que foi morto durante a re-contenção de SCP-████).

[COMEÇAR REGISTRO]

Lambda-9 é lançada de avião para a Cordilheira de Verkhoyansk, a aproximadamente 2,5 quilômetros de distância da Instalação de Pesquisa Psiônica. A zona de pouso é relativamente nivelada, embora tenha gelo. Uma tempestade está gradualmente se formando sobre a área; visibilidade é reduzida como resultado.

L9-1: Verificação de equipamento.

Todos os membros da equipe confirmam que seus equipamentos estão funcionais.

L9-1: A nevasca está chegando, talvez possamos perder nossa recepção. Comando, você nos ouve?

Comando: Confirmado, 1. Prossiga conforme planejado. Você pode recuar da zona quente se julgar que as condições se tornarão muito severas.

L9-1: Entendido… Certo, vamos só rever o plano bem rápido. Nós seis vamos checar a instalação e vocês dois vão ficar aqui para ficar de olho no helicóptero. Nós vamos fazer uma varredura e limpeza padrão e depois relatar o que encontrarmos. Ok?

Aprovação geral do grupo.

L9-1: Certo. Vamos indo então.

Lambda-9 prossegue em direção à instalação. A jornada é tranquila, embora -1 e -2 relatem uma enxaqueca repentina à medida que se aproximam.

L9-1: Comando, chegamos na instalação. Bate com a descrição do informante: um grande bloco de concreto com pequenas janelas e aberturas de ventilação perto do topo. Eu consigo ver três torres de guarda ao redor do edifício… provavelmente uma quarta. Dois acabou de realizar uma varredura mental básica; ele não consegue sentir nada vivo e o equipamento de contra-vigilância não está captando nada. Parece que somos as únicas pessoas aqui fora.

Comando: Entendido. Prossigam com a infiltração, mas permaneçam alertas.

L9-1: Entendido. Certo, Três, confira a porta. Veja o que você pode fazer.

Assume-se que L9-3 investiga a porta principal e a abre. Lambda-9 entra um de cada vez, com L9-1 tomando ponto.

Nesse ponto, toda a telemetria audiovisual falha e o contato com a equipe de infiltração é perdido. L9-7 e L9-8 são capazes de manter contato de áudio com o Comando. Cinco minutos depois, L9-7 experimentar telemetria psiônica4 em relação a L9-1. L9-1 procede utilizando L9-7 como um porta-voz não convencional para relatar as condições da Instalação.

L9-7: Olá? Você pode me ouvir? Oito? Você está ai? Aqui é o Um!

L9-8: Mas que diabos? Um?

Comando: L9-7? Você está ai? L9-1, nós não conseguimos alcançar seus rádios - como você é capaz de se comunicar através do Sete?

L9-7: Não tenho certeza. Todo o nosso equipamento de rádio morreu assim que entramos, mas os poderes psiônicos meus e do Dois estão surtando. Nós ainda podemos sentir Sete e Oito, mas eu não consigo dizer a que distância eles estão… e tem alguma outra coisa. Algo… diferente. Eu acho que está dopando a gente - é como eu pude usar o Sete. Eu não sei como descrever isso, parece… parece que tem algo nos espionando. Senti que eu deveria tentar entrar em contato e manter vocês informados. Sete deve ficar bem; dor de cabeça leve na pior das hipóteses.

Comando: Um, o que você está vendo?

L9-7: Estamos em uma espiral dupla. Verticalmente. No momento em que atravessamos a porta, nós estávamos perpendiculares a ela. É como se estivéssemos do lado de uma espiral dupla gigante e multicolorida. Ela é laranja e verde e roxa e vermelha e…

L9-7 fica em silêncio por um momento.

L9-7: E ela só… continua, nesse grande, branco e vazio espaço. Eu não consigo ver um horizonte. Não tem um horizonte. Tem um monte desses… orbes flutuando ao longe. Eles são de todos os tipos de cores, como vermelho e azul e verde e preto mas eu não consigo dizer o quão longe eles estão. Eu nem tenho certeza se eles estão tão longe. Nenhum de nós tem. A espiral continua indo - mas ela não fica menor. Ela só… continua para sempre. A porta está flutuando a… eu diria que três metros acima da gente. Relativamente falando, quero dizer. Eu posso ver o lado de fora desse lugar. A neve. O Quatro vai tentar pular lá em cima.

Há uma breve pausa antes de L9-7 gritar repentinamente.

L9-8: Porra!

L9-7: QUATRO! Jesus cristo! Seis, não! Caramba Seis - deus - caramba - PARE! Tem nada que você possa fazer! Porra!

L9-7 respira fundo antes de falar novamente.

L9-7: Comando? Quatro tentou pular para a porta, mas assim que ele pulou foi como se a gravidade voltasse de repente. Ele não conseguiu dar o salto e simplesmente caiu. Para baixo e baixo. Passou a espiral para baixo. Nós não podemos mais vê-lo. Mas eu ainda posso sentir ele… ele ainda está caindo. E gritando.

L9-7: Eu não sei, Seis! Porra. Vamos só… continuar indo? Ok? Ok.

L9-8: Seis?

L9-7: Sim. Estou falando com o resto da equipe.,. Estamos de acordo. Nós vamos avançar, procurar por outra saída daqui. Talvez nós alcancemos o Quatro - eu ainda posso senti-lo. Ele ainda está caindo. E gritando.

Pelas próximas três horas, L9-7 não responde às tentivas de comunicação de -8 e do Comando antes de falar novamente.

L9-7: Comando? Nós encontramos algo. A espiral se ramifica um pouco. Tem uma porta aqui. eu posso ver dentro… parece algum tipo de laboratório. Nós podemos andar até ele. Com sorte é uma saída.

L9-7: Caramba, não é. Estamos de volta no mundo real… mas a única porta para fora daqui é a mesma pela que entramos. E essas paredes devem ter, o que? Quinze centímetros de espessura? Eu não consigo mais sentir Quatro…

L9-7 fica em silêncio por vários segundos.

L9-7: Nós vamos dar uma olhada no laboratório, ver o que a gente pode encontrar antes de voltarmos. No momento estou vendo um monte de poeira, mesas com equipamento científico nelas. Microscópios, tubos de ensaio - ugh, tem algo flutuando lá - prateleira cheias de peças elétricas… estranho. A energia ainda está ligada. Olhando para um… como essa coisa se chama?… Um osciloscópio. Ainda está ligado. O que é isso? Uma onda de algum tipo? Toda nervosa e bagunçada. Huh. Parece que o lugar foi abandonado às pressas - hum?

L9-7: Jesus. Comando? Três encontrou algo. Russo morto no canto da sala. Sentado em uma cadeira na frente de um… osciloscópio. O topo do crânio dele, uh, simplesmente sumiu. Seu cérebro… está todo esticado. Tipo Silly Putty. Ele está… preso em todo o equipamento aqui. Tem cérebro nos microscópios, no osciloscópio, nas paredes. Uh, além disso, ele parece normal o suficiente? Cerca de… cerca de trinta anos de idade. Não está demonstrando sinais de decomposição. Meio empoeirado, no entanto.

L9-7: Oh, ei, sim. Comando? Tem uma etiqueta de identificação nesse cara. Nome… Albert Brin.

L9-7: O Cinco está raspando um pouco do cérebro de Albert da parede para obter uma amostra. Nós decidimos que vamos descansar aqui por algumas horas e depois voltar para a espiral. Eu vou interromepr a conexão agora - mantê-la nessa bagunça é cansativo. Diga ao Sete obrigado.

Comando: Entendido. Bons sonhos.

[FIM DO REGISTRO]

L9-7 cai brevemente antes de recuperar a consciência e receber um resumo de L9-8. O agravamento das condições climáticas logo força -7 e -8 a evacuar a área no helicóptero. O Comando consulta com a Divisão de Psiônica, que recomenda várias técnicas de respiração e meditação para -7 e -8 praticarem para diminuir as demandas físicas e mentais da conexão psiônica.

Pouco depois, Iceman é interrogado uma segunda vez, mas é incapaz de fornecer informações sobre os fenômenos ocorrendo dentro da instalação.

Resumo da Missão: Investigar a Instalação de Pesquisa Psiônica, determinar o status de SCP-2664 e identificar outras anomalias e/ou pesquisadores da Divisão GRU "P" no local. Esta transcrição da missão foi dividida em múltiplos registros para facilitar a leitura.

Força-Tarefa designada: Força-Tarefa Móvel Lambda-9 "Mente Acima da Matéria" (8 membros)

[COMEÇAR REGISTRO]

Quando a tempestade desaparece na manhã seguinte, L9-8 imediatamente retorna o helicóptero ao ponto de inserção original, momento em que L9-7 experimenta telemetria psiônica novamente (cujo rigor é drasticamente reduzido pelas técnicas de respiração e meditação mencionadas)

L9-7: Oito? Você está ai?

L9-8: Um? É você?

L9-7: Puta - Não, uh, sou o Dois! Gente! Acordem! Ei! Eles finalmente apareceram. Comando? Eu e Um estávamos tentando entrar em contato com vocês por horas. O que diabos aconteceu?

L9-8: Desculpe. A tempestade nos alcançou e tivemos de sair.

L9-7: Certo. Nós estávamos preocupados que algo tivesse acontecido. Seto e Oito estão bem, gente. Teve uma tempestade na noite passada e eles tiveram que abandonar o LZ. Nos avisem na próxima vez, tá?

L9-8: Heh, avisaremos.

L9-7:…Certo. Nós vamos continuar descendo a espiral. Um? Lidere o caminho.

L9-7 fica em silêncio por três minutos.

L9-7: Cristo. Sim, eu sinto isso. Quatro está gritando de novo. Ainda caindo. Vindo da direita.

L9-7 fica em silêncio por duas horas.

L9-7: Espere. Um, você sente isso? Parece que ele está vindo da… Vocês todos viram aquilo, certo? Mas que diabos…

L9-7: Comando? Uh… Quatro acabou de passar gritando. Da esquerda.

L9-7: Nós vamos, uh, continuar indo. Nós vamos tentar pegar ele se… ele passar de novo.

Comando: Entendido.

L9-7 fica em silêncio por quinze minutos.

L9-7: Encontramos outra porta. Parece com outro laboratório. Eu, Três e Seis vamos conferir o laboratório. O resto de nós vai esperar aqui fora para caso Quatro passe de novo.

Comando: Entendido.

L9-7: Ei. Comando? Vocês falaram com o… aquele espião russo que nos contou sobre esse lugar? Eu nem pensei sobre isso enquanto aquela merda com o Quatro estava acontecendo ou algo assim, mas… eu não estava esperando isso. O que diabos está acontecendo?

Comando: Nós conversamos. Ele negou todo o conhecimento do estado atual da instalação, mesmo sob interrogatório intenso.

L9-7: Oh… Sim, ele está falando que ele não sabe. Qualé.

L9-7: Ok. Comando, vocês estão ai? O laboratório parece muito como o outro. Bastante merda, máquinas estranhas, mas tem nada além de poeira e…

L9-8: Dois?

L9-7: Oh meu Deus.

L9-8: Dois! O que está acontecendo?

L9-7: Oito? Tem corpos no laboratório. Oito deles.

L9-8: Então? O que tem de errado com eles?

L9-7: Somos nós. São a porra de nossos cadáveres. Você, eu, Um, Quatro… todos nós oito. Em jalecos de laboratório. Como se tivéssemos caído duros no meio da porra da sala.

L9-8: Jesus.

L9-7: Três está pegando algumas amostras. Se eu soubesse que estaríamos lidando com esse tipo de merda, eu acho que eu teria ficado na Precog.

L9-8: Você vai ficar bem.

L9-7: Eu acho que vou voltar lá pra for- sair.

L9-7 fica em silêncio por vários minutos.

L9-7: Oito? Comando? Nós vamos continuar indo. Seguindo a espiral, quero dizer.

Comando: Entendido.

L9-7 fica em silêncio por duas horas.

L9-7: …posso passar por isso. Eu não estou colocando outro pé dentro daquelas malditas coisas.

L9-8: Dois? Você está ai?

L9-7: Oh! Oito? Você pode me ouvir?

L9-8: Só agora. O que está acontecendo?

L9-7: Uh, encontramos outra porta. Um e Três vão conferir ela. O resto de nós vai ficar aqui fora e esperar pelo Quatro.

L9-8: Certo.

L9-7 fica em silêncio por vinte minutos.

L9-7: Oh merda. Gente? Eu consigo sentir o Quatro. Se preparem. Ele está… caindo da direita? Não, espere, da direita… não… ele está caindo em nossa direção? Mas que diabos?

L9-7: Esperem. Eu posso sentir ele gritando, mas parece quase… falso. Como se ele estivesse exagerando. Pelotão? Desativem as travas de segurança. Algo está errado.

L9-7: Ali está ele. Eu posso ver ele. Ele está definitivamente caindo em nossa direção… sim, eu posso ver isso também. Comando? Tem algo acontecendo com o Quatro. Parece que ele está… de pernas abertas? Seus braços estão estendidos… ele está pelado?

L9-7: Seus gritos. Eles não estão ficando mais altos. Eles estão ficando mais planos.

L9-7 abruptamente fica mole e L9-8 é incapaz de despertá-lo.

Resumo da Missão: Investigar a Instalação de Pesquisa Psiônica, determinar o status de SCP-2664 e identificar outras anomalias e/ou pesquisadores da Divisão GRU "P" no local. Esta transcrição da missão foi dividida em múltiplos registros para facilitar a leitura.

Força-Tarefa designada: Força-Tarefa Móvel Lambda-9 "Mente Acima da Matéria" (8 membros)

[COMEÇAR REGISTRO]

L9-7 fica inconsciente por vários minutos antes de acordar repentinamente.

L9-7: -quando sairmos daqui.

L9-8: Que?

L9-7: Disse que ficaria feliz quando sairmos daqui. Enfim, gente, não havia nada lá; só alguns russos mortos com seus cérebros esparramados -

L9-8: Dois? É você? O que aconteceu? Onde está o Quatro?

L9-7: Oito? É você? Aqui é o Três. Uh… Um? Eu, uh… estou falando com o Oito.

L9-8: …Três? Como você está falando? Comando?

Comando: Três? Você pode confirmar que é você?

L9-7: [CÓDIGO MEMÉTICO EXPURGADO]

L9-8: Ok. Definitivamente é você… mas como é que eu posso te ouvir?

L9-7: Eu não sei. Você falou primeiro.

L9-8: Mas… você falou primeiro. Você disse 'E ficarei feliz em sair daqui' ou coisa assim.

L9-7: Talvez eu esteja absorvendo a energia psiônica nesse lugar ou coisa assim? Um, o que você acha?

L9-7: Oh merda. Oito? Dois, Cinco e Seis sumiram. O Um não consegue sentir eles de maneira alguma.

L9-8: Cristo. A última coisa que ouvi do Dois era que eles haviam avistado o Quatro, mas algo estava errado com ele. Então o Sete simplesmente colapsou.

L9-7: Merda. Um? O Oito disse que o resto do pelotão viu o Quatro pouco antes deles desaparecerem. O que você acha que deveríamos fazer?

L9-7: Sim, mas se esperarmos aqui, quem sabe o que vai acontecer? Talvez nós desapareçamos. Eu digo que devemos continuar. Um desses laboratórios deve levar de volta pra fora.

L9-7: Oito? Comando? Um e eu vamos continuar andando. Talvez tentar encontrar 2664.

Comando: Entendido. Continuem indo. Boa sorte.

L9-8: Sete? Diga ao Um: quando voltarmos, eu pago as bebidas.

L9-7: Um? O Oito disse que vai pagar as bebidas.

L9-7: Heh. Melhor que elas sejam. Certo, melhor seguirmos em frente.

L9-7 permanece em silêncio pelas próximas horas, ocasionalmente conversando e fazendo piadas com -8.

L9-7: Ei. Sou só eu ou está ficando mais escuro?

L9-7: Eu não sei, definitivamente parece… Olhe! Definitivamente está cinza agora. Comando?

Comando: Nós te ouvimos.

L9-7: Oh. Sim, até a espiral e aqueles orbes no céu estão ficando desbotados.

L9-7: Eu não gosto disso. Parece - pesado. Grosso.

L9-7: Está ficando mais escuro agora. A cabeça está começando a doer. Ah, porra - cheira a carne assada. Carne humana.

L9-7: O céu ficou preto. Os orbes ainda estão no ar, no entanto. Tipo abóboras de Halloween. Um? Você ainda está ai?

L9-7:…Eu sinto isso também. Cristo. Como se eu estivesse andando por um campo de concentração. Comando? O Um diz que ele está sentindo muitos ecos da morte. Tipo, muitas pessoas morrendo ao mesmo tempo. A cabeça está latejando.

L9-7: Espera. Você viu aquilo?

L9-7: Eu poderia jurar que um dos - olhe, ali! Eu acabei de ver um daqueles globos se apagar.

L9-7: Comando? Os globos estão se apagando.

Comando: Nós sabemos. Você esteve falando através do Sete esse tempo todo.

L9-7: Oh. O Cheiro de queimado está ficando pior. Gostaria de ter alguns - mas que diabos? Comando? Tudo está… azulejado. É como se a gente estivesse em algum tipo de consultório gigante.

L9-7: Oh meu deus.

L9-7: Comando? É - é equipe. Eles… eles estão flutuando. Eles estão flutuando em nossa direção.

Nesse momento, L9-7 começa a falar em russo.

L9-7: <Boas garotas. Sentem-se lá. Vocês estão se saindo tão bem. Isso não vai demorar. Só sejam pacientes. Vocês nos deixam tão orgulhosos. Você terá muitos brinquedos>.

L9-7: <Quais são os sinais vitais? Mantendo firme a 95 bpm. Pressão arterial 101 sistólica, 63 diastólica. Temperatura corporal a 37.2 C. Pronto para começar o processo de desassociação. Excelente. Iniciar desassociação>.

L9-7: <Não se preocupem, não vai doer. Vocês não gostam de filmes? Vamos assistir alguns filmes. Aqui, comam algumas balas de açúcar e suco>.

Nesse momento, L9-7 começa a experimenta telemetria psiônica em relação a L9-1.

L9-8: Comando! Aqui é o Um! Três foi absorvido pelo pelotão. Ele começou a flutuar no meio deles e então seu cérebro simplesmente saiu de sua cabeça. Os cérebros de todo mundo saíram e então eles todos simplesmente se misturaram.

L9-8: Eu corri. mas ainda consigo sentir isso. Aquela presença? Aquela coisa que eu senti nos espiando? É 2664.

L9-7: <Vocês estão nos deixando orgulhos. Vocês estão nos deixando tão orgulhosos. Nós precisamos que vocês sejam pacíficos. Vocês odeiam lutar. Lutar é mau. Vocês não querem lutar. É tão fácil não ser mau. Nós estamos tão orgulhosos que vocês não sãos maus>.

L9-8: Esse lugar inteiro - a instalação, o espaço, as espirais, o pelotão - é tudo parte da mente dessa coisa. Nós estivemos dentro da mente dela esse tempo todo. Ela absorveu tudo. Ela está ao meu redor. Ela está brincando comigo.

L9-7: <Pare. Desista. Não resista. Resistir é ruim. Vocês serão punidos se resistirem. Comece a descarga elétrica. 500 volts. 3 amperes. Aumente a voltagem a cada minuto>.

L9-8: Ela está tentando me abrir. Assim como fez com todo mundo. Mas eu posso ver isso. Ela está aprendendo conosco. Ela sabe tudo sobre mim. Sobre o pelotão. Sobre a Fundação.

L9-7: <Aumente a amperagem para 20>.

L9-8: Ela está quase sobre mim. É a conjunção. os cientistas - os idiotas que fizeram essa coisa. A última coisa que ela sabia antes de morrer era que eles queriam que ela conjuntasse. Ela quer nos fazer parte dela. Não voltem aqui.

L9-8: Ela quer fazer o mundo todo parte dela.
[FIM DO REGISTRO]

No exato momento em que as comunicações com -7 e -8 foram perdidas, todos os membros da Divisão de Psiônica relataram sentir uma repentina compulsão em visitar a Codilheira de Verkhoyansk na Sibéria - vários relatando que esta era a primeira vez que ouviram falar da Cordilheira de Verkhoyansk. Na mesma hora, reconhecimento aéreo da cordilheira mostrou que a Instalação havia abruptamente desaparecido e sido substituída por uma esfera opaca e multicolorida com aproximadamente 5 quilômetros de diâmetros, centralizada na localização original da instalação.

Tentativas subsequentes de investigar a esfera resultaram em um rápido crescimento dela e na perda de todos os funcionários envolvidos. Com base nos registros finais transmitidos pela Lambda-9, bem como na documentação original de SCP-2664, a Divisão de Psiônica evetualmente criou o método atual de contenção: enviar funcionários psiquicamente atrofiados e materiais amortecedores psiônicos para a anomalia para retardar seu crescimento. Atualmente, o raio da esfera está aumentando a uma taxa de 1,5% ao mês.

Adendo 2664.3: Neutralização

Às 1300 horas de 25 de dezembro de 2000, a Divisão de Psiônica detectou uma emissão inesperadamente alta de energia psiônica de SCP-2664, que resultou na morte cerebral de todos os seres humanos em um raio de 200 quilômetros. Na mesma hora, imagens de satélite mostraram SCP-2664-A crescendo a uma taxa anormalmente alta. Todas as tentativas de retardar seu crescimento falharam, e o Comando Supervisor foi informado de um iminente Cenário Classe-YK de Fim-do-Mundo.

Às 1700 horas em 26 de Dezembro de 2000, satélites da Fundação observaram um satélite armado da Coalizão Oculta Global disparando um carregamento esférico em SCP-2664-A. Às 1713 horas em 26 de dezembro de 2000, SCP-2664-A abruptamente desmaterializou-se, deixando apenas o carregamento esférico para trás. Por meios desconhecidos, o carregamento subiu ao ar e escapou para a atmosfera.

Seguindo o evento, nenhuma radiação ou energia psiônica pôde ser detectada na área. Expedições para a antiga localização de SCP-2664-A foram bem-sucedidas sem problemas. Em 1 de janeiro de 2001, SCP-2664 foi reclassificado como Neutralizado.

Relatórios preliminares sobre a natureza do carregamento liberado pela Coalizão Oculta Global sugerem que ele seja uma arma eigen baseada em demônios com o nome de código interno "Gaius Prime". Investigações adicionais estão em andamento.


« SCP-2664 | T Menos »

revisão da página: 3, última edição: 15 Jul 2020 01:31
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License

Privacy Policy of website