nn5n Foundation
Branch of SCP Foundation
nn5n: scp-2717 Fatberg
EuclidSCP-2717 FatbergRate: 44
SCP-2717

Item nº: SCP-2717

Classe do Objeto: Euclídeo

Procedimentos Especiais de Contenção : Um par de bombas integradas de sentido único, pesando duas toneladas, constituem a fronteira de contenção da corrente acima em cada um dos três canos de alimentação conhecidos (mais ou menos 2 m em diâmetro) no lado injetor da zona de contenção designada. Essas bombas permitem descartes ordinários de cidades a fluir para dentro, mas previne refluxo, mesmo sob condições severas de inundação. Cada dia às 6AM, 10L de propofol devem ser introduzidos em cada cano alimentador via orifícios de ingestão.

O cano de saída (mais ou menos 4 m em diâmetro) ao lado de corrente abaixo da zona de contenção designada deve esvaziar cerca de 20 ml de efluente amarelo-esverdeada diariamente, no reservatório subterrâneo alinhado, com resina acetal. A cada dia às 6PM, essa afluente deve ser testada por níveis de creatinina, corpos cetônicos, hemoproteínas e bioatividade. Desvio estatístico da base inicial com níveis significativos devem ser relatados ao supervisor da área imediatamente. Raramente, sólidos mais largos que dois centímetros cúbicos poderão ser detectados na afluente. Estes precisam ser extraídos, identificados, catalogados, e incinerados.

Após processamento, a afluente deve ser esterilizada via irradiação de cobalto-60, e então reintroduzida na estrutura da cidade para tratamento como esgoto comum na fronteira de corrente abaixo da zona de contenção.

Mensalmente, tantas biópsias quanto são possíveis em prática devem ser obtidas por ferramenta robótica, por intervalos de 100 m começando pela extensão de SCP-2717 mais próxima ao cano de saída. Atualmente, cerca de 10-12 amostras podem ser obtidas com confiança em cada sessão, sem risco de dano para a ferramenta.

Trimestralmente, as bombas serão paradas por até 48 horas para inspeção e manutenção enquanto SCP-2717 é “suprimido”. Três times deverão ser montados e introduzidos ao encanamento ingestivo pelas escotilhas localizadas logo à corrente abaixo das bombas.

Cada time precisa consistir de dois funcionários classe-D, que foram avaliados com alto empenho físico, baixa susceptibilidade à claustrofobia e que possua pelo menos alguma experiência em combate corpo-a-corpo.

Cada membro do time precisa ser emitido o seguinte:

  • Uma machete de 60 cm, com um emissor GPSS1 escondido no cabo.
  • Uma espada de 1 m
  • Um par de botas perneiras impermeáveis
  • Dois pares de luvas até o antebraço
  • Um respirador de carbono ativado para o nariz e boca, contendo um rádio com sentido duplo em miniatura
  • Um maçarico de solda com ignição piezo
  • Um tanque de um litro de propano
  • Quatro litros de água
  • Quatro barras de proteína de alto carboidrato
  • 6 labaredas de duas horas

Todas as ferramentas de metal e alças precisam ser banhadas à ferro, aço de carbono baixo ou metal similar de corrosão fácil. Para a extensão prática, todos os outros equipamentos precisam ser feitos de materiais fortemente biodegradáveis, ex. borracha, látex ou couro. Pelas ordens do Comitê de Ética, equipamentos de gravação ou transmissão de vídeo não serão entregues para os times.

As seguintes instruções foram construídas por especialistas em memética para compreensão e motivação máxima quando usados em típicos Classe-D. Um pesquisador Nível-2 precisa memorizar e entregar essa instrução verbatim para cada time imediatamente antes deles entrarem na escotilha:

Você já ouviu falar de um fatberg? Imagine um iceberg – só que é feito de entulho de esgoto que fica preso junto, quando muitas pessoas dão descarga em coisas que não deveriam. Tem um fatberg preso nesse cano, e até nós removermos ele, os dormitórios classe-D não terão encanamento. É muito grande pra remover todo de uma vez, então sua tarefa é limpar pelo menos 20 metros disso nesse turno – isso é mais ou menos um quarto de um campo de futebol. Use suas ferramentas laminadas para cortar ou arrancar pedaços do encanamento, e suas tochas de propano para queimar pedaços que são muito pequenos ou muito difíceis de remover com suas ferramentas. A cada 5 metros, onde cada seção de cano se une à outra, tem um código de fábrica de quatro caracteres gravado no concreto. Vocês vão ler cada código para nós assim que os descobrirem para nós monitorarmos seu progresso. Vocês vão ter que limpar a barragem completamente, ou vocês vão perder os códigos. Vocês não serão extraídos, nem rações futuras serão entregues à vocês, até nós estarmos satisfeitos sobre vocês terem completado sua tarefa. Em troca pelos seus esforços, vocês serão concedidos rações melhoradas e privilégios conjugais especiais pelas próximas duas semanas.

Times têm relatado historicamente seus progressos como sendo mais fáceis que o esperado no começo – na sua fronteira exploratória, SCP-2717 tende a formar anéis de massas apagados e verrugosos, com máximo de 8 cm de grossura. O uso de labaredas efetivamente esconde a cor do fluido que estoura do tecido danificado.

Comunicação de rádio simples com os times é para ser mantida até os monitores da Fundação estarem assegurados razoavelmente de que o time completou sua verdadeira tarefa, dita, "podar" mais ou menos 100 m de SCP-2717. Experiência demonstrou consistentemente que times subestimam seu progresso sob essas condições, que estender a efetividade da fraude.

De fato, não tem "códigos de fábrica gravados" para serem encontrados. Enquanto o trabalho progride, e em particular até SCP-2717 eventualmente reagir, comunicação adicional pode ser adaptada da versão atual do MEMA.2 No evento do time falhar em sobreviver por tempo o suficiente para podar os 100 m prescritos, times adicionais serão introduzidos o quão for necessário, até a tarefa ser concluída.

Pelas ordens do Comitê de Ética, nenhum registro detalhado de relatos dos times deve ser mantido, exceto para denotar progresso (em metros), sucesso ou falha.

Em nenhuma circunstância algum time deve ser recuperado do esgoto. Assim que a manutenção for completa, ou em qualquer evento, após 48 horas, as bombas serão recomeçadas.

Descrição: SCP-2717 é um complexo de tecidos animais vivo que cresceu em aproximadamente 4 quilômetros lineares de cano de esgoto, centrados em baixo da Estação de Bombeamento de ███████, Amsterdã, NL. Dados históricos apontam a construção dessa seção do esgoto em 1887 e estimativas atuais com base em mapas existentes mostram a biomassa total ser de aproximadamente 350 toneladas métricas.

O complexo orgânico é estimado tendo pelo menos seis anos. Análise inicial indica que o crescimento consiste em 88% músculo, 5% conectivos e 1% tecido adiposo de origem porcina. Linhas de investigação atuais suportam a teoria de introdução humana não-intencional de SCP-2717 ao seu ambiente atual.3

Desde sua descoberta em 2010, SCP-2717 cresceu consistentemente e constantemente à corrente acima (presumidamente a caminho de fontes de nutriente) com quase nenhum aumento em massa na direção de corrente abaixo.

No laboratório, amostras foram estabilizadas e/ou crescidas em uma ampla gama de ambientes líquidos ricos em nutrientes. As células mostram detecção de quórum e autorregulamentação que não é completamente compreendida. Divisão de células são extraordinariamente rápidas em concentrações baixas; entretanto, acima de um certo limite de densidade, a taxa de mitose aparenta se ajustar a fim de evitar exceder a taxa de reabastecimento de nutrientes.

Recentemente, as biópsias mentais revelaram diferenciação inexplicável de tecidos, que atualmente incluem estruturas ósseas primitivas, fibras neurais, e traçam células fotorreceptoras.

Apesar da nossa habilidade de coletar amostras de tecido serem limitadas para aproximadamente o primeiro quilômetro do canal de saída da afluente, é claro que o grau de diferenciação aumenta significantemente na direção de corrente acima.

revisão da página: 3, última edição: 13 Jan 2018 20:06
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License

Privacy Policy of website