nn5n Foundation
Branch of SCP Foundation
nn5n: SCP-2585 Registro de Exploração C
SCP-2585 Registro de Exploração CRate: 39
SCP-2585 Registro de Exploração C

SCP-2585 » SCP-2585 Registro de Exploração C

Registro de Exploração C
██/██/1991

Após os resultados da Exploração B, a atividade de SCP-2585 continuou, no entanto, nenhuma outra excursão foi planejada devido a restrições do pessoal. Em 1991, no entanto, o desaparecimento de uma aeronave privada (transportando cinco civis) sobre a região de Caracórum durante uma manifestação de SCP-2585 levou a uma inspeção adicional. Além dos equipamentos de montanhismo atualizados, as pessoas selecionadas (R, O e H) receberam uma unidade de gravação de vídeo/áudio com upload direto para o Posto Avançado-2585 e três pistolas Beretta Series 81. Como nas explorações anteriores, a equipe subiu através do "Abruzzi Spur."

[Seções da subida antes do Campo C foram omitidas por brevidade.]

R: Certo, nosso descanso acabou. Você está vendo isso, Base?

A gravação de vídeo exibe uma seção mais suave do terreno, consistente com o Campo C.

Base: Afirmativo, R. Visibilidade está ruim. Você consegue ver a Base de Campo?

R: Negativo.

A gravação de vídeo confirma isso.

Base: Há algo de errado com a equipe? Nada mesmo?

R: Não, estamos todos bem - fisicamente, mentalmente, tudo.

Base: Certo. Continue sempre que estiver pronto; nos notifique com qualquer desenvolvimento.

R: Entendido. Saindo.

Mais de vinte e cinco minutos, a equipe é observada escalando a montanha. Nenhuma anomalia ou avistamento de SCP-2585-1 foi detectado pela equipe ou pela Base de Campo durante a caminhada. Até agora, a rota parece consistente com o K2 em seu estado natural e inconsistente com as explorações anteriores. A turbulência do tempo também parece menos severa do que anteriormente.

R: Não parece tão ruim aqui em cima. Eu vi as gravações anteriores; Temos certeza de que esta é uma manifestação genuína?

Base: Qual é a pressão atmosférica?

R: …Sim, é cerca de mil hetopascais. Isso é quase a pressão do nível do mar. Eu acho que é genuíno.

Base: Não abuse demais. Status da equipe?

R: Tudo verde.

Base: Certo. Continue com seu ascento.

Nenhuma irregularidade é observada na gravação de vídeo da subida por dezessete minutos.

H: O que é isso?

Base: O que?

R: Espera, Base, nós vamos dar uma olhada naquilo-tem algo ali.

H: Oh porra.

R: Eu-oh. Base, você está vendo isso?

SCP-2585-1 é visível, prostrado e imóvel no chão. O traje está muito danificado, a placa frontal está quebrada e parece não haver nada dentro da placa.

Base: Existe atividade nele, dentro dele, qualquer coisa?

R: Nada.

H: Eu não consigo descobrir o que causou este dano-R, pegue a câmera para registrar isso.

Um close-up do dano do traje é tomado. Parece estar parcialmente desintegrado, embora nenhum sinal de queimadura ou dano químico esteja presente.

R: Parece que acabou de virar pó.

O: Espere, então se está morto, é por isso que as coisas não estão tão ruins aqui em cima?

H: Talvez.

Base: No entanto, a anomalia ainda está presente, o que significa que SCP-2585-1 não era a fonte.

R: Devemos continuar, Base?

Base: …Sim, prossiga com cuidado.

R: Continuando com a missão. Saindo.

Nas próximas sete horas, a equipe continua subindo. Embora nenhum distúrbio seja observado ou relatado, é notado tanto pela equipe quanto pela Base de Dados que a luz ambiente dentro de SCP-2585 reduziu significativamente (o horário atual é 3:39PM).

Base: R, a câmera não está funcionando?

R: Não é isso, o lugar é mesmo tão escuro. Como está a luz fora dessa bagunça?

Base: Normal, ainda está claro aqui.

R: Parece quase noite aqui. Isso não é algo que é feito antes, é?

Base: Não. Essa é nova.

O: Porra.

H: Não estamos muito longe do Campo D, eu acho.

R: Acho que você está certo. Eu-que porra é…?

H: Whoa.

Base: O que está acontecendo?

O: Estrelas.

R: Base, você está vendo isso?

A câmera mostra que a cobertura de nuvens se dissipou e o céu noturno é visível.

Base: A montanha ainda parece estar completamente escondida pela cobertura de nuvens da nossa localização.

R: Extradimensional?

O: Porra.

H: Acalme-se, poderemos sair apenas descendo, esse lugar é o mais rápido.

Base: Detalhs, R, o que você vê?

R: Tudo parece normal aqui em cima, é só noite. Há nuvem abaixo de nós, eu suponho que é a anomalia em si, bem, eu acho que estamos dentro da anomalia agora, mas, você sabe o que quero dizer.

Base: Alguma coisa nova ou incomum na própria montanha?

R: Parece bem, Eu-espera.

H: Você vê isso também?

O: Ver o que?

Base: O que é isso?

R: Uma luz fraca saindo de uma encosta acima de nós, não está muito longe, mas deste ângulo, não podemos ver o que está projetando.

Base: Você pode descrever a luz? Que cor é essa?

R: Isso é-não, Eu…Eu não sei. Investigar?

O: Sem chance!

H: Podemos não ter outra chance de ver o que está por aqui.

O: Eu estou bem com isso!

Base: R, escute-me. Observe apenas, tente obter imagens na unidade de gravação. Evite contato direto e retorne quando você dê uma olhada.

R: Entendido.

O: Não! Nós precisamos sair!

H: Cale a boca!

R: O, fique quieto, nós estamos-O, não!

O é observado fugir da área, recuando para a cobertura de nuvens. Em sua pressa, ele tropeça e cai fora de vista, presumivelmente teria morrido.

R: …Homem morto, Base.

Base: Consiga as imagens e saia dai, R.

R: Estamos fazendo isso. Saindo.

Os membros restantes da equipe sobem o terreno entre sua posição atual e a fonte de luz não identificada. A caminhada leva sete minutos. Nenhuma anormalidade é relatada pela equipe ou observada na gravação de vídeo.

R: Base.

H: Meu Deus.

Na gravação é visível, uma cratera de aproximadamente trinta metros de diâmetro, estendendo-se para o lado do K2. A cratera contém os destroços de um ônibus espacial modelo desconhecido. A luz é vista como emanando entre os detritos, embora a fonte exata ainda não tenha sido identificada.

R: O que diabos isso está fazendo aqui?

Base: Você consegue ver qual é a fonte de luz?

R: Negativo.

Base: Vá em frente e volte, R, vamos ver o que podemos tirar dessa filmagem.

R: Certo, nós-

H: R, olha!

Algo se move nos destroços. Uma figura humanoide surge, suspensa por meios desconhecidos. A figura parece estar vestida da mesma maneira que a equipe.

H: É o O.

Isso é confirmado na gravação de vídeo à medida que se estabiliza. Também visíveis são fenômenos luminescentes semelhantes às imagens fractais vistas no Registro de Exploração B.

R: O que diabos aconteceu com ele? Ele-oh Deus.

[DADOS EXPURGADOS]

SCP-2585-1: R, H, volte para a cobertura de nuvens!

A equipe tenta descer a montanha como [DADOS EXPURGADOS]

SCP-2585-1: -foi comido. Estou correndo, mas vou tentar facilitar o terreno lá embaixo. Adeus rapazes.

O contato está perdido. R e H retornaram a Base de Campo dez minutos depois, embora a forma como isso foi realizado não seja clara. Mais detalhes sobre a Exploração C, incluindo o relatório, estão atualmente restritos aos funcionários com Credenciais 3/2585.

revisão da página: 1, última edição: 17 Apr 2018 16:45
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License

Privacy Policy of website