nn5n Foundation
Branch of SCP Foundation
nn5n: scp-057 A Moedura Diária
SafeSCP-057 A Moedura DiáriaRate: 146
SCP-057

Item nº: SCP-057

Classe do Objeto: Seguro

Procedimentos Especiais de Contenção: Sítio-57 foi construído para facilitar a contenção de SCP-057, já que deslocá-lo é impossível. É bastante improvável que exista qualquer conhecimento externo do artefato, considerando as circunstâncias de sua descoberta; sendo assim, a segurança do local é uma preocupação menor. Não é necessário qualquer procedimento de contenção fora evitar acesso não-autorizado ao objeto. Toda a pesquisa será delegada aos Drs. Lewis e Walston até nova ordem.

Devido à impossibilidade de recuperar o que se perde em SCP-057, seu acesso só será concedido após autorização de pelo menos dois (2) membros do O5.

Descrição: SCP-057 é uma câmara subterrânea com formato cilíndrico, altura de cerca de três (3) metros, e diâmetro de dezoito (18) metros. O artefato é composto de pedras impenetráveis com coloração similar a de ardósia. Dentro da câmara, existem dúzias de monólitos em formato de paralelepípedo se estendendo do piso ao teto que deslizam em várias direções quando SCP-057 está em atividade. O objeto foi descoberto a vários metros abaixo de █████ em ██/██/████, durante a construção de uma cela de contenção segura para SCP-███. Como consequência, SCP-███ foi designado à uma localização alternativa no Sítio-██.

A entrada para a câmara se localiza no lado nordeste da construção. Quando um humano entra, a porta se fecha e as paredes dentro da câmara se movem de forma a exigir a atenção constante do indivíduo para que seja possível manter um percurso seguro pelo objeto. Os monólitos lentamente abrem e fecham até que o indivíduo desista ou entre em exaustão. Após este momento, SCP-057 o esmaga e reverte ao seu estado original, inativo após cerca de vinte (20) segundos. Este processo só dura enquanto houver algum indivíduo no interior de SCP-057, chegando a perdurar por dias. São desencorajadas propostas envolvendo experimentos objetivando testar os limites do artefato. Todos os testes envolvendo animais, máquinas ou cadáveres não obtiveram resultados. Somente um ser humano vivo e respirando é capaz de iniciar o processo ao entrar em SCP-057.

Incidente 057-1: Durante a escavação do artefato, um trabalhador a serviço da Fundação entrou na câmara sem autorização aproximadamente às 12:57 AM em ██/██/████. Ao entrar no objeto, a porta se fechou e a câmara começou a emanar um murmuro abafado. Foi iniciado o procedimento padrão de bloqueio e todos os funcionários na proximidade foram evacuados. Um Veículo Remotamente Controlado (VRC) foi enviado para determinar com segurança a causa do evento e verificar a existência de algum perigo em SCP-057. Fora os ruídos produzidos durante o evento, nenhum efeito anômalo foi observado no exterior do artefato. Às 4:32 AM do dia seguinte, SCP-057 desligou repentinamente e voltou a seu estado original, conforme a porta se abriu. Às 5:32 AM, a área foi declarada como segura e o processo de escavação foi concluído sem maiores incidentes. O trabalhador em questão nunca foi recuperado.

Registro de Experimento 057-1: Um experimento controlado com o propósito de explorar o interior de SCP-057 foi solicitado pelos Drs. Lewis e Walston em ██/██/████, e aprovado pelo Conselho O5. D-1021 foi equipado com um dispositivo de rádio capaz de enviar e receber transmissões de e para os Drs. Ao entrar na câmara, o artefato se comportou como esperado, fechando a porta abruptamente atrás de D-1021. A seguir uma transcrição das comunicações entre Dr. Lewis, Dr. Walston e D-1021.

D-1021: Ei, vocês não me falaram que a porta ia fechar. Vocês podem abrir de novo? Esse lugar tá me dando arrepios.

Dr. Lewis: Negativo, por favor prossiga como solicitado e descreva o que você vê.

D-1021: Certo… Bem, tem um monte de colunas de pedra aqui, e elas ficam mudando de posição. Eu…

Dr. Walston: D-1021? Qual a sua condição?

D-1021: A maldita coluna veio pelas minhas costas. Elas estão se mexendo, se arrumando pra… [Pausa]

Dr. Walston: Pra que?

D-1021: As colunas atrás de mim estão fechando. As na minha frente estão se abrindo…. Eu não estou gostando disso. [Inaudível] não consigo mais ver a porta.

Dr. Lewis: Mantenha a calma. Se mova com as colunas e ficará tudo bem.

D-1021: Se eu ficar parado, elas vão me esmagar. Eu tenho que ficar andando senão elas me esmagam. [Dezessete segundos de silêncio] Quanto tempo eu vou ficar aqui?

Dr. Walston: Vai acabar logo, você está indo bem. Só continue se movendo.

D-1021: Mas e seu estiver preso aqui? Eu… [D-1021 começa a hiperventilar] Eu estou preso e elas vão me esmagar e-

Dr. Lewis: D-1… Ei, ouça! Se controle. As colunas vão eventualmente te levar para uma saída. Por favor se acalme e prossiga.

[O indivíduo se acalma perceptivelmente]

D-1021: Então tem… uma saída? Graças a deus. Por um segundo eu pensei que eu nunca [DIÁLOGO SUPÉRFLUO EXPURGADO]

Dr. Walston: Sim, continue e vai ficar tudo bem. Você está fazendo um ótimo trabalho. Quando isso acabar, você vai conseguir a condicional sem problemas.

[O experimento continua sem incidentes por mais quarenta e um (41) minutos. Nesse ponto, D-1021 começa a ficar perceptivelmente aflito novamente]

D-1021: Eu vi o tamanho desse lugar por fora. Eu estou andando em círculos?

Dr. Lewis: Negativo. Continue seguindo pelas colunas. Você deve achar a saída em-

D-1021: Não tem porra de saída nenhuma! Seus desgraçados filhos da puta, vocês me prenderam aqui e agora eu estou… preso!

[O indivíduo começa a hiperventilar novamente]

Dr. Walston: Você não está preso, D-1021. Continue até a saída ou você será forçado a-

D-1021: Forçado a o que!? Não tem nada que vocês possam fazer comigo. Eu vou morrer, porra, eu vou morrer-

Dr. Lewis: D-1-0-2-1! Entrar em pânico só vai piorar sua situação. Concentre-se!

[D-1021 começa a chorar. Ele continua chorando pelas próximas duas (2) horas, conforme continua andando pelas colunas sem responder a nenhuma pergunta. Eventualmente, ele para de chorar]

D-1021: Então é isso. [Exala profundamente] Eu vou morrer. Acho que vou parar e fechar os olhos. Talvez não seja tão ruim assim. [Diversos minutos de silêncio] Eu não consigo. Eu não consigo. Eu não consigo. Eu não consigo. Eu não consigo.

[D-1021 continua repetindo por vários minutos. Eventualmente ele para e fica em silêncio]

Dr. Walston: D-1021?

[D-1021 pára, respirando lenta, mas pesadamente. Choro fraco pode ser ouvido]

Dr. Walston: D-1021, continue pela câmara como instruído!

Dr-1021: Eu… Eu…

[O choro fraco de D-1021 cessa abruptamente. Breves e altos sons de estalo e rompimento são ouvidos antes da transmissão se perder. Estranhamente, D-1021 não relatou ter visto os restos mortais do trabalhador da escavação perdido no Evento 057-1. Similarmente, nenhum esforço foi feito para recuperar os restos de D-1021. Por conta destas informações inconclusivas, está pendente a reclassificação de SCP-057 como Euclídeo.

revisão da página: 8, última edição: 17 Jan 2018 12:05
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License

Privacy Policy of website